a balada do café triste

And you can't smoke in any of this coffee places...I'm pretty sure coffee was invented by people who were smoking anyways. And they just wanted to invent something so they can stay up late and SMOKE FUCKIN' MORE! That's my theory. Just ask me or Columbo, he'll back me up on this one.» Denis Leary

Thursday, June 30, 2011

julguei sentir-me rico

Dito isto, talvez fique também explicado porque é que, por exemplo, uma certa ocasião, um dia em que recebi de manhã o vale de correio do meu pai, julguei sentir-me rico e ter uma alma apodrecida e capitalista e fui deliberadamente ao Café La Rotonde beber champanhe e ali, sem que naturalmente ninguém se pudesse aperceber disso, dediquei-me a desforrar-me interiormente e a flartar com a minha mente e a ir trasformando-a numa mente monstruosa – hoje vejo-o com muita nitidez – tentando não desaproveitar todas as possibilidades de ser um grande cabrão, que eu dizia para comigo que podia ser, se quisesse.


Enrique Vila-Matas

Il caffè della Peppina

Sunday, February 13, 2011

cheiro a café

Gosto do cheiro a café à porta das pastelarias. E dos cafés das vilas da província barulhentos nos domingos à tarde.



Manuel Hermínio Monteiro
 
 

coffee time

Friday, January 07, 2011

SÍTIO SORVIDO

Passada a porta passado oceano e firmamento
é o café que surge, a experimentar
quem vem de fora.

Inúmeras chávenas
menores despojos deixa a peste

Enquanto a mesa redonda põe
a minha doçura à prova

a chávena combativa
objecto a ferver
no fundo que porcaria
esconde?

É que nem tudo nem todos
são visíveis deste sítio
quer seja o oceano a porta
ou o purgatório

Luiza Neto Jorge

Thursday, October 28, 2010

Apetece me extraordinariamente beber um café.

Apetece me extraordinariamente beber um café.
De acordo.
Chegaram a uma localidade chamada Storta, onde havia uma leitaria rústica com um pequeno pórtico, sob o qual, ao fundo na escuridão de uma sala, se divisava o brilho da máquina do café. Guido foi à caixa pagar e, fazendo um sinal a Cesare, segredou lhe:
Gostaria que me fizesse um favor: trocamos as raparigas;, você fica com Lole e eu com Valéria. Não se importa?
Cesare surpreendido, mas sem sombra de despeito, respondeu:
Confesso que julgava ter feito bem. Você tinha me dito que gostava das louras!...
Mas aquela é uma morena oxigenada observou Guido em tom de gracejo.
Está bem concordou Cesare. Eu fico com Lole.
Proferiu estas palavras com o ar de quem acha estranha a proposta, mas, pessoalmente, nada tem a objectar. Com efeito, ao dirigirem se para o carro, depois de terem bebido o café, disse com indiferente moleza, sem se voltar:
Raparigas, agora muda se de parceiros. Lole vai à frente comigo e Valéria vai atrás com Guido.


Alberto Moravia


Friday, October 01, 2010

Hector's

Sairam do autocarro da Greyhound na 50th Street, dobraram a esquina à procura de um sítio para comer e entraram logo no Hector's e, desde então, a cafetaria Hector's nunca mais deixou de ser para Dean um importante simbolo de Nova Iorque.


Jack Kerouac


Blog Archive